> Amamos Travestis
Amamos Travestis

Amamos Travestis

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Pela Republica Socialista Soviética do Brasil!

 Teve um leitor reclamando que somos de esquerda e favorecemos o PT e que isso é injusto com quem é de Direita. Eu acredito que pessoas que sejam de Direita deveriam todas elas serem fuziladas, então não dar voz a elas no MEU site é um direito meu. 

Se vc é de Direita, apoia o Bolsonaro e esse tipo de coisa, pode considerar-se meu inimigo. E eu recomendo às travestis que sejam inimigas de todos os que estão na Direita.  Porque brasileiros que são de Direita são pilantras que não valem nada. O problema da esquerda é que ela não quer exterminar todos os que são de Direita, como a União Soviética havia feito. Eu acho ofensivo dizer que eu sou de esquerda; porque eu sou um comunista soviético linha dura. Tenho que me submeter a esses ridiculos processos eleitorais do Brasil porque eu não tenho um milhão de fuzis AK-47 e nem um milhão de soldados à minha disposição para tomar o poder pela força e implantar a República Socialista Soviética do Brasil. 

Então, eu voto na esquerda e apoio a esquerda, porque eu não posso fuzilar todos os Bolsonaristas e todos os ricos filhos da puta que se dizem da Direita. Toda pessoa que se diz de Direita é por uma das duas razões: ou é um rico que se aproveita da mais valia do trabalho dos pobres ou é um puxa saco de ricos, um capitão do mato que trai a sua própria classe trabalhadora para puxar o saco dos ricos dizendo que é de Direita. Que deve ser o caso do leitor que veio dar pitaco nas minhas posições políticas. Eu quero que todos os apoiadores do Boslsonaro considerem-se banidos deste site a ponta pés. Vocês não tem o Direito de dar palpites sobre as minhas idéias políticas. Eu ODEIO a Direita e todos os que se dizem da Direita. 


quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Conversa com os leitores: Leitor me pergunta sobre virar travesti tendo uma familia cheia de preconceitos

 Um leitor fez o seguinte comentário numa de nossas postagens recentes: 

Desde pequeno queria ser travesti. Mas nasci em meio de uma família repleta de preconceitos, raciais e principalmente homofóbica. Acho que se tivesse virado travesti, seria jogado na rua, além de sofrer agressões verbais e físicas. Ou podendo até ser morto pelo pai. O que você que apoia gays virarem travesti diria para mim? Ou que conselho daria? Para mim que ainda tenho esse sonho de ser travesti? Interrompido por alguns problemas familiares graves?

Meus comentários: Olha, virar travesti não é fácil para ninguém. Algumas tem a sorte de ter uma familia legal; mas precisam lidar com outros tipos de problemas também. O que eu aconselho você a fazer é ir se transformando escondido do seu pai e da sua familia. E comece a procurar um meio de ganhar dinheiro, procure um emprego. Mas aproveite o máximo a proteção que a família te dá. Você não precisa vestir saias amanhã por exemplo; senão você não seria uma travesti; mas apenas um homem que se veste de mulher. Virar travesti não acontece do dia para a noite. É um processo que exige planejamento, persistência e esforço, durante anos. Vc pode começar a tomar hormônios e ninguém vai notar a diferença. Use suas roupas normais. Não seja afobada a ponto de correr o risco de ser expulsa de casa. Olha, não vale a pena virar morador de rua. Veja uma carreira que vc goste e sinta que possa ganhar dinheiro e consiga um emprego e vá juntando dinheiro até poder sair da casa de seus pais e se sustentar sozinha. Aí sim, vc libera a franga geral. Entendeu? Bjs.

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

7 fotos da Travesti Natassia Dreams

 





Bolsonaro retira população LGBT da Política de Direitos Humanos

Bolsonaro retira população LGBT da Política de Direitos Humanos
“A decisão indica que o governo brasileiro condenará essa população à invisibilidade e a deixará de fora das políticas públicas”, declarou a deputada Maria do Rosário
02/01/2019 18h48
Sarah Wollermann




LGBT
A deputada Maria do Rosário (PT-RS) e o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) criticaram pelas redes sociais, nesta quarta-feira (2), a medida adotada pelo presidente Jair Bolsonaro de retirar da política de Direitos Humanos a ser implementada pelo novo governo toda e qualquer ação destinada a garantir os direitos da população LGBT no País. Com a publicação da medida provisória (MP 870), que reestrutura a administração do novo governo, na prática Bolsonaro impede que a pauta de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais seja tratada pelo Ministério da Família, Cidadania e dos Direitos Humanos, comandado pela pastora evangélica Damares Alves.
“A decisão do governo Bolsonaro de excluir a população LGBT do Ministério da Família, Cidadania e dos Direitos Humanos já indica que o governo brasileiro condenará essa população à invisibilidade e a deixará de fora das políticas públicas. O que é, sem dúvidas um grande retrocesso”, criticou Maria do Rosário.
A parlamentar lembrou que na contramão do governo Bolsonaro, foi durante o governo petista do presidente Lula que foi criada a coordenação geral de promoção dos direitos LGBT. De acordo com a parlamentar, essa foi uma das demandas atendidas pelo governo definidas na 1ª Conferência Nacional LGBT de 2008. “A conquista histórica do movimento social serviu de referência para estados e municípios criarem suas coordenações estaduais e municipais na área”, explicou a petista.
Secadi – Além deste retrocesso, existem rumores de que a população LGBT deve sofrer em breve novos ataques em direitos já conquistados. Segundo informação do jornalista Paulo Saldaña, da Folha de S. Paulo, o governo vai extinguir a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação, que trata de temas relacionados aos direitos humanos, diversidade e relações étnico-raciais.
Ainda de acordo com a matéria, será criada uma nova secretaria só para alfabetização, que ficará a cargo do proprietário de uma pequena escola de Londrina indicado pelo escritor Olavo de Carvalho. Segundo a reportagem da Folha de S. Paulo, a atual Secadi será desmontada e em seu lugar surgirá a Secretaria de Alfabetização.
Pelo Twitter, o deputado Paulo Teixeira prometeu que vai debater junto a Bancada do PT na Câmara a contestação no Supremo Tribunal Federal da medida que acaba com Secadi. “Vou debater junto ao PT a proposição de uma medida no STF arguindo a inconstitucionalidade da MP pelo tratamento discriminatório em relação à população LGBT”, afirmou.
Novo secretário – A nova pasta será comanda pelo mestre em educação, Carlos Francisco de Paula Nadalim, que tem como única experiência profissional na área a atuação na escola de sua família chamada Mundo do Balão Mágico, localizada na cidade de Londrina. No censo escolar de 2017, a unidade contava com 12 funcionários, 47 alunos na pré-escola e 94 estudantes do 1º ao 5º ano.
A matéria da Folha afirma ainda que o educador paranaense é conhecido por vídeos na internet em que faz comentários religiosos, critica o educador Paulo Freire, defende a educação domiciliar e divulga um método supostamente inovador de alfabetização que ele desenvolveu para sua escola.
Também se manifestaram pelas redes sociais contra a extinção da Secadi o líder da Bancada do PT na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS); além dos deputados Nilto Tatto (SP), Helder Salomão (ES), Reginaldo Lopes (MG) e Erika Kokay (DF).

Por PT na Câmara



Militante Travesti lembrou do legado de inclusão dos governos do PT com Lula e Dilma Rousseff e criticou os retrocessos já anunciados por Jair Bolsonaro

Joseane Borges: a importância da visibilidade de travestis e transexuais
A militante lembrou do legado de inclusão dos governos do PT com Lula e Dilma Rousseff e criticou os retrocessos já anunciados por Jair Bolsonaro
02/02/2019 09h13
Paulo Pinto/Agência PT

A LGBTfobia ainda é um problema grave no país

Um dos segmentos que ainda vivem em situação de bastante exclusão no Brasil e no mundo é o de travestis e transexuais, haja vista, a necessidade em dar ênfase as políticas públicas existentes e propiciar novas políticas inclusivas para que assim sejam efetivados de fato e de direito essa tão sonhada “inclusão social da população trans”.
O movimento social organizado de travestis e transexuais no Brasil, onde originou-se o “Dia Nacional da Visibilidade Trans”, momento de grande importância não só para essa parcela da população, mas para todos os segmentos que viviam em situação degradante de discriminação e preconceito, isso pelo fato de não haver ainda politicas especificas para essa população assegurada pelo governo, deu início as grandes conquistas.
Foi no dia 29 de janeiro do ano 2004, já no governo do presidente Luís Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores, que foi lançada, no Congresso Nacional, a campanha de prevenção às IST/AIDS e de combate às transfobias no Brasil, com tema: Travesti e Respeito, já está na hora dos dois serem vistos juntos. A campanha produziu folders e cartazes e teve a participação de 27 travestis, pensada e idealizada por lideranças do segmento trans, momento que alavancou a sociedade civil organizada para o fomento a organização social e o aumento do controle social, que objetivaria na construção e desenvolvimento de políticas públicas para população de travestis e transexuais.
O segmento de travestis e transexuais ainda são considerados pela sociedade e pela OMS um grupo que ainda se inclui no perfil da epidemia do HIV/AIDS no Brasil, isso pelo fato de não existir uma política especifica que inclua na sua totalidade a população trans. A vulnerabilidade social ainda é vista a olhos nus quando se trata deste segmento, pois a falta de escolaridade das travestis e transexuais é gritante na sociedade brasileira, pois no momento em que elas são reconhecidas como tal, são excluídas automaticamente.
Ao serem excluídas da sociedade, as travestis e transexuais buscam outras maneiras para sua sobrevivência, a prostituição ainda é um dos únicos meios de vida onde elas conseguem obter rendas e assim uma “instabilidade financeira”. Nesta profissão, elas necessitam cada vez mais chegar ao ‘corpo perfeito’, fazendo com isso o uso de silicone industrial e uso de hormônios, no intuito de agradar a clientela que as buscam nas noites, e é dessa forma que muitas vezes elas são atingidas pelas IST/AIDS, pois utilizam as mesmas seringas por várias vezes. A prática sexual sem a devida precaução e com diversos parceiros também é outro fator que as levam as estatísticas já obtidas pelo departamento de ISD/AIDS e Hepatites virais do Governo Federal.
A elaboração de campanhas educativas e de formação para população de travestis e transexuais ainda torna-se bastante necessária para o desenvolvimento de políticas públicas a nível federal, mas também existem diversas outras áreas onde se deve buscar a inclusão da temática trans, tais quais: saúde, educação, segurança e justiça e principalmente na assistência social, isso pelo fato da necessidade de uma política transversal para população de trans, onde a equidade se torne algo efetivo na sociedade brasileira.
No Brasil, houveram diversas conquistas obtidas pelo movimento de travestis e transexuais, sendo o decreto presidencial de nº 8.727 de 28 de abril de 2016, assinado pela presidenta Dilma Rousseff, uma das mais visíveis e de grande impacto para tal segmento. O decreto assegura a população trans o uso do nome social e o reconhecimento da identidade de gênero das pessoas travestis e transexuais no âmbito da administração pública federal direta, autarquia e fundacional.
Apesar das várias políticas públicas de inclusão, muitas ainda não foram efetivadas em sua totalidade. A realidade é o Brasil é um dos países que mais matam pessoas travestis e transexuais, segundo a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra). Os dados apontam que 2017 registrou 179 assassinatos de travestis e transexuais, sendo o maior índice de homicídios relacionados a transfobia em 10 anos. Em outras palavras, a cada 48 horas uma pessoa trans é morta no país.
A expectativa de vida das travestis e transexuais é de, aproximadamente, 35 anos segundo a pesquisa do doutor em Psicologia Pedro Sammarco, que resultou no grande livro: Travestis Envelhecem. Com essa estimativa é que a sociedade civil organizada tenta trabalhar para mudar essa realidade que de alguma forma impacta na vida da população Trans.
O cenário atual é de grande retrocesso para a população de travestis e transexuais no Brasil, haja vista, que a população LGBT foi retirada da política de direitos humanos. Tal decisão impacta na invisibilidade e na desconstrução das políticas existentes para lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. É possível ver a diferença de tratamento de tal temática pelos governos do Partido dos Trabalhadores e do atual governo, onde a necessidade em implementar e executar políticas públicas para população LGBT foi uma realidade no Brasil, e hoje é vista como uma grande desilusão que objetivará assim na luta desses segmentos para continuidade das ações já propostas.

quinta-feira, 6 de agosto de 2020

Eu adoro Travestis


Angelina Torres







Eu vou votar no candidato do PT, porque o PT é o único que não FODE com o povo toda hora.

Vejo 2 erros aqui. Primeiro fazer inimizades por causa de política. Tremenda bobagem, comportamento antidemocrático. Segundo, falar que é contra o Bozo que tbm não gosto, mas ao mesmo tempo apoiar os petralhas. Muita gente votou no Bozo por achar o mal menor. Não gosto do Bozo e tbm não gosto dos petralhas. Se quiser evitar que não votem no Bozo, faça sua parte vote em candidato que tbm não seja petralha. Pois muitos escolheram o Bozo, por achar o mal menor.

Meus comentários: Um leitor postou o comentário acima numa de nossas postagens de política. Eu acredito que o erro do PT foi deixar a Dilma governando sozinha a partir de 2010. O Presidente Lula fez um bom governo nos seus dois mandatos e o que ele deveria ter feito é ter permanecido no poder, talvez como Ministro Chefe da Casa Civil, deixando a Dilma apenas de Rainha da Inglaterra, como o Presidente Putin fez com o Medvedev na Russia. Esse foi o único erro do PT: ter deixado a Dilma sozinha na Presidência e o Lula ter se afastado da presidência, coisa que ele jamais deveria ter feito. Esse foi o erro. Não houve corrupção nenhuma. A Lava Jato foi uma farsa armada entre o Juiz e a Promotoria para impedir a eleição do PT. Delação Premiada é a mesma coisa que confissão sobre tortura. Se vc está arrancando os dedos de um sujeito para que ele confesse algum crime, e ele confessa, não significa que vc pegou o criminoso. O Presidente Lula é absolutamente inocente das falsas acusações que a Lava Jato fez contra ele e foi preso injustamente. 
O erro do Presidente Lula foi um erro de cálculo político e não um crime. Quem deveria ser presidente do Brasil sou eu, porque eu sei como realmente fazer a economia crescer e alcançar o pleno emprego. É só disso que se trata. É só isso que o governo precisa fazer. Construir estradas, ferrovias e hidrovias e criar novas cidades para enviar o excesso de população dos grandes centros para colonizar os grandes vazios demográficos do Centro Oeste e da Região Norte. É isso que o Brasil precisa fazer. A mesmissima coisa que a nossa civilização vem fazendo desde 1500: Colonizar novas áreas. Isso resolveria todos os problemas econômicos e sociais do Brasil. Precisamos ter um Ministério das Ferrovias para investir pesado nesse tipo de transporte e abrir hidrovias no Centro e no Norte do Brasil. E parar de ler livros de economistas dos Estados Unidos, que são feitos para um país que já terminou o seu processo de colonização e tenta crescer com novas tecnologias. Nós não podemos competir com os Estados Unidos em novas tecnologias; mas podemos colonizar o território inexplorado do Centro Oeste e da Região Norte. Isso garantiria um crescimento de 5% ao ano por mais um século pelo menos. E o governo não pode tolerar desemprego. Não pode haver nenhum desempregado e nenhum mendigo. Enquanto existirem coisas assim, significa que estamos fracassando enquanto sociedade. 
O governo do PT não fez tudo o que eu acredito ser necessário para o País; mas os que substituiram o PT além de não fazerem nada, estão destruindo patrimônios que foram construídos em séculos, como os Correios, o Banco do Brasil, a Casa da Moeda, a Eletrobrás, a Petrobrás. Sério, vocês acham certo privatizar a Casa da Moeda? Imagine que você tivesse uma impressora que imprimisse dinheiro. E o governo tem essa impressora: a Casa da Moeda. É como ter a galinha dos ovos de ouro e vender a galinha pelo preço da galinha. O Paulo Guedes é um Cavalo de Tróia, não está nem aí para o Brasil e para o povo, o objetivo dele é só destruir o que restou da nossa economia e das nossas indústrias estatais, porque as industrias privadas a farsa da Lava Jato já destruiu. Aniquilou com empreiteiras como a Odebrecht que construia Usinas Hidrelétricas, estaleiros, submarinos e Usinas Nucleares. E para que? Para satisfazer a baba raivosa da caça às bruxas ridicula que foi a Lava Jato.
Agora sobre fazer inimizades por causa política. Quando eu nasci, a União Soviética existia. Eu sou do tempo em que se MATAVA por causa de política. E eu acredito que qualquer um que não tenha o devido respeito e deferência ao Presidente Lula e ao Presidente Getúlio Vargas deveria ser FUZILADO. 
Eu vou votar no candidato do PT, porque o PT é o único que não FODE com o povo toda hora. Todos os outros partidos são um lixo de almofadinhas que só querem uma vida boa às custas do sofrimento do povo. O mal menor é o PT. Todos os outros partidos são um lixo e os politicos do PT são os menos piores. O governador do Maranhão, o Flavio Dino, do PCdoB também é bom. O resto são todos LIXO. Vou votar no PT sempre e para sempre para o resto da minha vida e vou doar dinheiro e trabalhar para as campanhas do PT, porque o PT é o ÚNICO partido que faz alguma coisa pelos pobres. 
E não gostou da minha opinião? A Internet pelo que eu sei é livre e vc pode ir acessar os sites de ódio e de fake news Bolsonaristas. 

domingo, 2 de agosto de 2020

Da onde vem tanto leitor filho da puta?

Teve um leitor que fez o seguinte comentário: Esse é o problema de levar uma vida dupla de dia é o bom pai de familia o homem e o fodão, quando a mulher vira as costas cria blog de travestis e quer dar o cú, mas nunca teve coragem pra se assumir, enquanto isso vive nas sombras dependendo da ausência da esposa pra atualizar o blog porém na pandemia ela não sai nunca, kkkkk Sai do armario admin nunca é tarde pra se assumir seja uma mulher alfa pra que tentar ser o que vc nunca vai poder, pense que a tua esposa tem um macho bem gostoso dotadão que enche todos buraquinhos dela...

Meus comentários: Dessa vez você quase acertou; exceto por um detalhe. A minha noiva, que é uma mulher muito gostosa, também adora travestis e uma das nossas fantasias é nós dois fazermos sexo com uma travesti ao mesmo tempo. Já concordamos que vamos fazer isso assim que tiver oportunidade. E eu tenho atualizado pouco o site porque estou dando muito mais atenção à minha noiva, ao meu curso de agropecuária por correspondência do Instituto Universal Brasileiro e em tentar salvar o meu Mestrado em Geografia. 

quinta-feira, 16 de julho de 2020

Então os gays e travestis que votaram neste presidente não prestam?

Tabefe no leitor: Então os gays e travestis que votaram neste presidente não prestam?

Minha resposta: Alguém fez o comentário acima no meu post anterior. Se surge uma dúvida, então eu tenho que comentar. Olha, só porque alguém dá o cú, não significa que automaticamente é meu amiguinho. Se o gay ou a travesti votou no Bolsonaro e ainda apoia esse filho da puta, meu desejo é que esses gays e essas travestis não acessem mais o meu site e fiquem longe de mim, porque não quero amizade com tais pessoas.
Não gosto do Bolsonaro, não gosto de quem apoia o Bolsonaro. É um direito que eu tenho. NInguém te obriga a se casar com uma mulher. Por que eu deveria ser obrigado a ser amigo de um gay ou de uma travesti que apoia o Bolsonaro? Eu gosto dos gays e das travestis de esquerda. Esses sim, são meus amigos. Ou que sejam travestis que não se interessem por politica; porque se falou para mim que está do lado do Bolsonaro, então isso significa que essa pessoa é minha inimiga e eu não gosto dela, seja ela homem, mulher, gay, travesti ou hetero ou bissexual. Não me importo com orientação sexual; mas orientação política deve ser igual à minha, ou então desapareça da minha vida. Pode ser que os gays e as travestis que votaram no Bolsonaro prestem. Mas mesmo assim, eu quero distância de todas as pessoas, sejam elas heteros, gays, travestis ou bissexuais que votaram no Bolsonaro. Eu não gosto de ninguém que apoia o Bolsonaro. Não é uma questão de caráter, de certo ou de errado; eu apenas ODEIO o Bolsonaro e TODOS os seus eleitores. 
Então eu fui claro o suficiente agora?











quarta-feira, 15 de julho de 2020

Travestis do século XXI devem se parecer com mulheres dos anos 1950

Quero agora tratar de um assunto que considero muito importante. Eu acredito que é preciso inserir na sociedade, a propaganda subliminar de que se casar com uma travesti é melhor do que se casar com uma mulher. E como podemos fazer isso? É preciso que as travestis sejam de fato, melhores do que a mulher moderna, para isso. Mas não é muito dificil de conseguir isso, porque o feminismo já estragou todas as mulheres. As travestis já são melhores do que a mulher moderna. Mas tem um problema: as travestis se parecem demais com a mulher moderna. E esse é o meu ponto. Eu acredito que as travestis devam ter um aspecto das mulheres dos anos 50. Não devem imitar a mulher moderna, porque a mulher moderna é um lixo estragado pelo feminismo. As travestis devem imitar as mulheres dos anos 50 na aparência e no comportamento, porque aquelas mulheres são muito mais desejáveis para os homens, do que a mulher moderna feminista.













Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Anunciad