> Amamos Travestis: Sobre a peça Jesus Travesti Rainha do céu
Amamos Travestis

Amamos Travestis

sábado, 7 de outubro de 2017

Sobre a peça Jesus Travesti Rainha do céu

Ligia Jardim / Divulgação

Estou lendo agora algumas noticias sobre uma peça polêmica que estreou em Belo Horizonte, que mostra Jesus como uma Travesti. As religiões Cristãs tentaram impedir a apresentação da peça; mas uma juíza, feminazi provavelmente, indeferiu a liminar e autorizou a apresentação da peça.
Do meu ponto de vista, as coisas jamais deveriam ter chegado nesse ponto. Não interessa se a peça ofende as religiões ou não. O fato é que os religiosos consideram essa peça ofensiva e eles jamais deveriam ter que recorrer à Justiça para impedir a apresentação da mesma. O mero pedido deles já deveria ter sido suficiente. Mas nem isso e nem na justiça. Eles estão dizendo claramente que se sentem incomodados com isso; mas o objetivo do movimento LGBT Feminazi é afrontar e desrespeitar os religiosos.
Detesto esses movimentos LGBT. São odiosos e desprezíveis. Não quero travestis truculentas, como feministas que impõe aos outros pela força suas idéias. E olha, desrespeitar Jesus Cristo não é uma boa idéia. Se nós estamos do lado que o desrespeita, então estamos do lado errado.
O que eu quero é que todas as travestis tenham boas relações com os religiosos e os respeitem na medida do possível. Não existe justificativa nenhuma para essa afronta contra os religiosos, que só vai estimular a animosidade deles contra as travestis. Aliás, aposto como é justamente esse o verdadeiro objetivo. Infelizmente, existem travestis que se consideram feministas e, portanto, são pessoas detestáveis e desprezíveis, como qualquer feminista. São essas que vivem arrumando confusão e encrenca com os outros, e gostam de desrespeitar os religiosos.
Não se deve desrespeitar a religião das pessoas, e já tratei desse assunto antes.

Segue logo abaixo, um trecho da minha postagem anterior sobre religião:

A religião de um homem é o seu relacionamento com Deus. Se ele está feliz e satisfeito, se encontra conforto em suas crenças, não tente lhe impor a sua opinião. Quer o objeto da fé seja falso ou verdadeiro, você obterá resultados de qualquer maneira, por causa da sinceridade da crença e não por causa da coisa em que acreditava. Não tire de ninguém a sua crença ou convicções religiosas, a menos que possa dar algo melhor, que a pessoa tenha condições de usar para se tornar melhor, mais nobre, mais digna. As preces das pessoas também são atendidas nas igrejas ortodoxas. É muito melhor, no entanto, conhecer as leis da mente e aprender a usar a prece científica. Seria cruel tirar todas as crenças do homem e não dar-lhe nada em troca. O homem aceitará esse novo ensinamento sobre o qual estou escrevendo quando estiver preparado, mas não pode ser coagido a recebê-lo.
Dr. Joseph Murphy, no livro as grandes verdades da biblia.  

Sobre a Travesti Domino Presley, de fato ela afirma que não acredita em Deus; mas acredita em extraterrestres e discos voadores.

Se está seguindo pela vida na consciência do amor de Deus, as vibrações baixas ou negativas da mente de massa não podem afeta-lo. Todos estamos suscetíveis as vibrações negativas, isto é, os medos e ansiedades da mente coletiva. Se vc está defendido, não poderão prejudica-lo, desvencilha-se de tudo, torna-se impermeável. Não se pode atrair o que é diferente de nós. Só se atrai para a nossa experiência o que é compatível com nosso animo e estado de consciência. Você deve ter o equivalente mental fixado no subconsciente a fim de manifestar o que deseja e o que quer alcançar na vida. Quando tenta realizar externamente o que não sentiu como verdadeiro interiormente, irá inevitavelmente fracassar.                       
Paracelso disse: não importa que o objeto de sua fé seja verdadeiro ou falso, obterá os mesmos resultados. Não tente destruir as convicções dos outros nem incutir-lhes uma nova filosofia. Os outros podem não estar prontos para isso. As convicções que acalentar constituem a sua muleta, se tirar a muleta, inevitavelmente cairão.

Lembrei de você quando li esta citação de "O poder do subconsciente" de Joseph Murphy -

"No que é que você acredita? Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não é aquilo em que você acredita que traz resposta à prece. Orações são respondidas quando a mente subconsciente responde à imagem, ou pensamento, que se forma na mente da pessoa. Essa lei da crença é o princípio operacional secreto de todas as religiões do mundo. E a razão oculta de sua verdade psicológica. Budistas, cristãos, muçulmanos e judeus podem, sem exceção, obter respostas às suas orações, a despeito de diferenças enormes nas crenças que professam. Como assim? A resposta é que não importam credos, religiões, afiliações, rituais, cerimônias, fórmulas, liturgia, encantamentos, sacrifícios ou oferendas particulares, mas, apenas e exclusivamente, a crença, ou aceitação, e a receptividade mental àquilo pelo qual oram. A lei da vida é a lei da crença. Em poucas palavras, a crença pode ser resumida como um pensamento. Assim como a pessoa pensa, sente e acredita, assim é o estado de sua mente, corpo e circunstâncias. Uma técnica, uma metodologia baseada na compreensão daquilo que você faz, e por que faz, vai ajudá-lo a produzir a corporificação subconsciente de todas as boas coisas da vida. Basicamente, a resposta à prece é a realização do desejo de seu coração."

Comece a ler este livro gratuitamente: http://amz.onl/3jdXLc2

Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Brigham Young:
Meus sentimentos para com as pessoas, tanto homens como mulheres, nunca se alteram caso não acreditem nas mesmas coisas que eu. Vocês podem viver como meu próximo? Eu posso viver perto de vocês e não me causa a menor preocupação saber se acreditam nas mesmas coisas que eu ou não. (DBY, p. 278–79)
https://www.lds.org/manual/teachings-brigham-young/chapter-30?lang=por#p17                       

Lembrei de você quando li esta citação de "O poder do subconsciente" de Joseph Murphy -

"Todos esses grupos –psiquiatras, psicólogos, osteopatas, quiropráticos, médicos e grupos religiosos de todos os tipos –utilizam o poder universal único existente na mente subconsciente. Todos podem proclamar que as curas são explicadas por suas teorias, embora a verdade seja muito diferente. O processo da cura, qualquer que seja ela, é uma atitude mental definida, positiva, uma atitude interior, ou maneira de pensar, denominada fé. A cura é devida a uma esperança confiante, que atua como sugestão poderosa à mente subconsciente, liberando seu poder curador. Ninguém cura usando um poder diferente do usado por outro. É bem verdade que ambos podem ter teorias ou métodos próprios, mas só há um único processo de cura, o da fé. Só há um único poder curador, isto é, a mente subconsciente. Escolha qualquer teoria, crença ou método que o agrade. E pode ficar tranquilo de que, se tiver fé, obterá resultados. Opiniões de Paracelso Philippus Paracelsus, famoso alquimista e médico suíço que viveu de 1493 a 1541, foi um grande curandeiro em seus dias. E afirmou o que é um fato científico óbvio, quando disse: Seja o objeto de sua fé real ou falso, você ainda assim obterá os mesmos resultados. Dessa maneira, se eu acreditar na estátua de São Pedro como teria acreditado no próprio São Pedro, obterei os mesmos resultados que teria obtido com ele. Mas isso é superstição. A fé, contudo, produz milagres e, seja ela verdadeira ou falsa, sempre produzirá as mesmas maravilhas. As opiniões de Paracelso foram repetidas no século XVI por Pietro Pomponazzi, um filósofo italiano, que escreveu o seguinte: Podemos facilmente conceber os efeitos maravilhosos que a confiança e a imaginação podem produzir, especialmente quando ambas as qualidades existem nos sujeitos e nas pessoas que os influenciam. As curas atribuídas à influência de certas relíquias constituem efeitos da imaginação e da confiança das pessoas nessas relíquias. Charlatões e filósofos sabem que se os ossos de qualquer esqueleto fossem postos no lugar dos ossos de um santo, os doentes ainda assim experimentariam efeitos benéficos, se acreditassem que eram relíquias autênticas. Pense só no que isso implica. Se acredita no poder dos ossos de santos, ou nas propriedades curadoras de certas águas, ou, como meu parente australiano, nos efeitos milagrosos de um pedaço de madeira, você obterá resultados devido à poderosa sugestão dada à sua mente subconsciente. É esta que realiza a cura."

Comece a ler este livro gratuitamente: http://amz.onl/b0Z7kSK

E não se venha argumentar aqui que os religiosos não respeitam as travestis e, portanto, merecem ser desrespeitados. Primeiro, que isso não é verdade. Segundo, que mesmo que fosse verdade, um erro não justifica o outro. Se eles tratam mal as travestis; isso não justifica se rebaixar e tratá-los mal na mesma medida. E não é isso que acontece, além do mais. O fato deles condenarem o homossexualismo, é originado das crenças religiosas deles; não é algo pessoal contra as travestis. É algo que eles dizem que é errado e nada mais e eles devem ter o direito de dizer isso. Assim como nós temos o direito de ouvir e de não obedecer. Não vou formar um exército de travestis feminazis. Não quero que nenhuma travesti se rebaixe a esses métodos odiosos de afrontar e desrespeitar os religiosos. Isso é uma ORDEM que eu dou e exijo ser obedecido. O inimigo são as feministas.

Um comentário:

  1. Por mais anti-cristão que eu seja acho isso muito errado até burrice mesmo.
    Seria muito melhor combater o preconceito no mercado de trabalho, só isso já daria muita dignidade.
    Agora religião prefiro o budismo acho a melhor para os diferentes.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Anunciad