> Amamos Travestis: Como os homens poderão algum dia se livrar do LIXO de mulher que a civilização ocidental nos legou
Amamos Travestis

Amamos Travestis

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Como os homens poderão algum dia se livrar do LIXO de mulher que a civilização ocidental nos legou



Vejam só o LIXO de mulher que a civilização ocidental nos legou:



O que os homens do Brasil e do mundo deveriam fazer diante de uma Guerra que lhes foi imposta pelas próprias mulheres, a mando da Maçonaria, do Feminismo e da Nova Ordem Mundial?












Virar Travesti é apenas o primeiro passo de um processo de libertação, que pode demorar, como demorou para o povo judeu, milhares de anos. Mas nós precisamos iniciar. O nosso objetivo é criarmos nações flutuantes nos oceanos, em águas internacionais, livres da jurisdição de qualquer país. Nações formadas apenas por homens e por travestis. Mulheres só seriam admitidas em fazendas de procriação, separadas dos homens e das Travestis e sem o status de ser humano, mas apenas com a condição de animal na forma humana para fins de procriação para inseminação artificial. A relação sexual entre um homem ou uma travesti com uma mulher seria punida com o banimento do país. Apenas numa nação assim, poderemos manter a nossa superioridade e nosso controle. O resto do planeta está perdido nas mãos das feministas. 







Existem algumas nações que foram criadas e colonizadas, como a Libéria na África e Israel, logo depois da segunda Guerra Mundial. Um micro país é um país com menos de um mil quilômetros quadrados e que não tenha uma grande população. Por exemplo, apesar de Cingapura ter menos de mil quilômetros quadrados, não é considerada uma micronação porque tem mais de cinco milhões de habitantes. 
Eu pergunto: os homens hoje não estão numa situação similar à dos Judeus na Alemanha Nazista? Assim como os judeus eram cidadãos de segunda categoria, os homens no Brasil também são cidadãos de segunda categoria perante as mulheres, no sistema judicial e político do Brasil. O poder judiciário, não fez injustiça só contra o presidente Lula. Faz injustiça contra milhões de homens divorciados no Brasil, que foram reduzidos a escravos pagadores de pensão alimenticia da ex mulher. Se realmente houvesse igualdade, tudo bem; mas não há. Não existe anticoncepcional masculino; mas apenas para as mulheres e, mesmo assim, elas tem filhos apenas para usar como instrumento de barganha nas cortes de divórcio. É essa vida que queremos para nós? Sermos escravos de mulher? Escravos de buceta? O que poderemos esperar dessas sociedades que cultuam as mulheres como se cada uma delas fosse uma Virgem Maria, quando na verdade todas não passam de umas Marias chuteiras que só querem pegar pensão alimenticia no divórcio? Então eu comecei a me perguntar: será que não seria possível criar um país só de travestis? Já existe um país só de homens: Monte Atos, mas é uma micronação da Igreja Católica Ortodoxa, que fica num enclave na Grécia e lá é proibida a entrada de mulheres e de fêmeas de animais, porque os monges não perdoam Eva por ter induzido Adão a cair em pecado e ser expulso do paraíso por Deus.
Mas eu me perguntei: não seria possível criarmos uma micronação livre, só de homens e travestis, aonde mulheres só seriam permitidas em fazendas de procriação?
Existem vários exemplos históricos de nações que foram criadas por movimentos de pessoas, como a Libéria da África e Israel no Oriente Médio. 
Mas eu acredito que seria mais complicado criarmos uma nação em terra firme, porque todos os territórios já estão ocupados por alguma nação ou agrupamento de pessoas. Hoje em dia só existem dois espaços disponíveis para a colonização: o espaço cósmico e os oceanos. Destes dois, os oceanos me parecem ser a melhor alternativa, porque seria possível de ser feito com a tecnologia atual.






E outra, em breve nem precisaremos de fazendas de procriação de mulheres. Poderemos usar o útero artificial que está sendo desenvolvido no Japão para a procriação:








Um comentário:

  1. Qual o nome daquela gostosinha de cabelo rosa?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...