> Amamos Travestis: Julho 2018
Amamos Travestis

Amamos Travestis

sábado, 28 de julho de 2018

Compilação de Travestis gozando


10 bundas apetitosas de Travestis












Desembargador suspende peça sobre Jesus transexual em Garanhuns

Mais uma vez aquela peça polêmica retratando Jesus como Transexual. Um desembargador de Pernambuco proibiu a exibição da peça, pois ela iria desvirtuar uma figura seguida por milhões de pessoas: Jesus. Isso poderia fomentar o ódio contra as Travestis, por parte dos religiosos, segundo ele. De minha parte, dou inteira razão para o desembargador. De que nos adiantará afrontar a figura de Jesus? Afrontar e desrespeitar o Cristianismo? Por que eles não usam o dinheiro para criar uma revista do tipo da americana Transformation Magazine? Por que esses ativistas LGBT desperdiçam tempo, dinheiro, recursos e talento para afrontar e desrespeitar o Cristianismo; ao invés de gastarem seus recursos no objetivo de aumentar o número de Travestis e a boa convivência entre as pessoas?
Tem umas Travestis que enlouqueceram com os devaneios das teorias feministas e se comportam como se mulheres feministas elas fossem, com todo o aparato de desrespeitar os religiosos e apoiar as lésbicas abortistas do feminismo.
O Desembargador, na sua decisão argumenta que Jesus foi um profeta e é seguido e respeitado por milhões de pessoas no Brasil e no mundo. De acordo com o Cristianismo, Jesus não foi somente um profeta; Jesus é a encarnação na Terra de Deus Todo Poderoso, criador do Universo e da Humanidade. Maomé foi um profeta; Jesus é Deus. Se desrespeitar um profeta de uma religião é uma blasfêmia e um crime; imagine então desrespeitar Deus?
De total mau gosto e de um sem noçãonismo sem limites essa peça e seus criadores. O verdadeiro objetivo, com toda certeza é provocar os Cristãos para que eles reajam e depois os grupos LGBT se façam de vítima. NOJO! Detesto feministas e Travestis Feministas. Fiquem longe dessa gentalha feminista e desses grupos LGBT. O que nós precisamos é nos focar em concursos de beleza para Travestis, termos mais livros e revistas ensinando e estimulando mais homens a virarem Travestis, e nada mais. Essa peça é um desserviço para as Travestis e um desrespeito aos Cristãos.

sábado, 21 de julho de 2018

Ativistas lésbicas bloqueiam Parada em Londres para protestar contra mulheres trans

Uma das ativistas gritou: "Um homem que diz que é lésbica é um estuprador"
Um grupo de ativistas lésbicas bloqueou o início da marcha do Pride em Londres hoje (7 de julho) em protesto contra as mulheres transgênero.
Um grupo de oito mulheres invadiu a rota do desfile sem credenciamento. Então, cinco deles deitaram na estrada em frente ao desfile e colocaram uma faixa sobre eles.
A faixa dizia: "O transativismo apaga as lésbicas".
Eles então bloquearam a rota do desfile por cerca de 10 minutos. Um dos ativistas gritou: "Um homem que diz que é lésbica é um estuprador"



Foto: Gay Star News

O grupo também tinha uma faixa que dizia "lésbica = homossexual feminina", bem como panfletos com a organização "Get the L out" como manchete.
O panfleto declara: 'O movimento trans é… coagir lésbicas a fazer sexo com homens. Condenamos firmemente esta forma viciosa de anti-lesbianismo disfarçada de progresso.
Ativista lésbica: 'Só mulheres podem ser lésbicas'
Falando ao Gay Star News, Jan Williams, da Object, disse: “O transgenerismo é uma terapia de conversão. A terapia de conversão está errada.


Foto: Gay Star News

Ela continuou: 'Só as mulheres podem ser lésbicas. Um homem que faz uma cirurgia nunca pode ser lésbica.
Sarah Mason, fundadora da Get The L Out, disse à GSN: “É uma coalizão de lésbicas e feministas individuais. Também são organizações feministas como Object, Mayday 4 Women, Critical Sisters e Lesbian Rights Alliance. '
Ela disse que sua sexualidade é vista como transfóbica e exclusiva "só porque somos mulheres atraídas por mulheres".
"Não queremos nenhum tipo de pênis em nosso quarto", ela disse. 'Estou muito triste por ter que reafirmar isso novamente.
"Está em toda parte online - está em todos os lugares nos centros LGBTQ", disse ela.
O Gay Star News entrou em contato com o Pride em Londres para comentar o assunto.

–––

ATUALIZAÇÃO: Um porta-voz da Pride in London disse ao Gay Star News: “Todos os anos, a Parada do Orgulho Trans é assistida por centenas de milhares de pessoas que demonstram que o Pride ainda é importante. Dado o clima quente e no interesse da segurança para todos os presentes no evento de hoje, o grupo de desfile foi autorizado a seguir em frente.
"Não aceitamos a abordagem e a mensagem deles e esperamos que as ações de um número muito pequeno de pessoas não ofusquem as mensagens das 30 mil pessoas que marcham hoje", disse o porta-voz.









Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Anunciad