> Amamos Travestis: Conversa com os leitores: Leitor me pergunta sobre virar travesti tendo uma familia cheia de preconceitos
Amamos Travestis

Amamos Travestis

quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Conversa com os leitores: Leitor me pergunta sobre virar travesti tendo uma familia cheia de preconceitos

 Um leitor fez o seguinte comentário numa de nossas postagens recentes: 

Desde pequeno queria ser travesti. Mas nasci em meio de uma família repleta de preconceitos, raciais e principalmente homofóbica. Acho que se tivesse virado travesti, seria jogado na rua, além de sofrer agressões verbais e físicas. Ou podendo até ser morto pelo pai. O que você que apoia gays virarem travesti diria para mim? Ou que conselho daria? Para mim que ainda tenho esse sonho de ser travesti? Interrompido por alguns problemas familiares graves?

Meus comentários: Olha, virar travesti não é fácil para ninguém. Algumas tem a sorte de ter uma familia legal; mas precisam lidar com outros tipos de problemas também. O que eu aconselho você a fazer é ir se transformando escondido do seu pai e da sua familia. E comece a procurar um meio de ganhar dinheiro, procure um emprego. Mas aproveite o máximo a proteção que a família te dá. Você não precisa vestir saias amanhã por exemplo; senão você não seria uma travesti; mas apenas um homem que se veste de mulher. Virar travesti não acontece do dia para a noite. É um processo que exige planejamento, persistência e esforço, durante anos. Vc pode começar a tomar hormônios e ninguém vai notar a diferença. Use suas roupas normais. Não seja afobada a ponto de correr o risco de ser expulsa de casa. Olha, não vale a pena virar morador de rua. Veja uma carreira que vc goste e sinta que possa ganhar dinheiro e consiga um emprego e vá juntando dinheiro até poder sair da casa de seus pais e se sustentar sozinha. Aí sim, vc libera a franga geral. Entendeu? Bjs.

7 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Anunciad